Jornal Folha Popular
Image default
Comunidade

Parada LGBT é adiada após chacina em Portão

O Núcleo de Políticas Afirmativas LGBTs da Comunidade de Portão (NUPAF) anunciou na noite deste sábado (18) o adiamento da parada LGBT que aconteceria amanhã (domingo). O motivo foi a chacina ocorrida no bairro, que vitimou cinco pessoas, uma das vitimas tinha apenas 11 anos de idade.

Segundo relatos um veículo de cor preta entrou no bairro e disparou tiros contra os moradores. O clima em Portão é de comoção e revolta.

Veja nota.

“Nossos corações estão inundados por um sentimento que não sabemos dizer o nome. Um misto de dor, revolta, ira, comoção, lembranças de ontem, de quando estávamos todos reunidos na principal praça do bairro.

O ato desumano que tirou a vida de 5 moradores da nossa comunidade atingiu em cheio a alma de todos nós. Sim, fomos atingidos. Estamos em luto.

Nossa atividade que seria realizada amanha está suspensa. Vamos prestar solidariedade e assistência às nossas famílias e aos familiares de nossos vizinhos. A dor é imensurável e não sabemos até quando essa ferida irá sangrar. Mas temos a certeza que as cicatrizes nos farão lembrar a toda hora, a todo o momento da missão que temos nesse bairro que amamos e que está ligado à nossa vida.

O NUPAF está ferido, mas vamos nos reerguer e junto à comunidade vamos continuar nossa incansável luta pela vida e garantia de direitos. Estamos todas e todos juntos e juntas, pois aqui em Portão, nossa comunidade, ninguém solta a mão de ninguém”.

NUPAF

Por: Ricardo Andrade

Postagens Relacionadas

Merenda escolar em Lauro de Freitas pode ser fornecida por agricultores do Quingoma

Ricardo Andrade

Casos de Tuberculose preocupam moradores do Quinta da Glória

Ricardo Andrade

Rodada deste domingo definirá finalistas da Copa Integração de Bairros

Ricardo Andrade

Deixe Um Comentário

Este site usa cookies, para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia Mais...