Jornal Folha Popular
Image default
Destaque da Semana Política

“Exclusivismo vermelho”. Mal-estar e constrangimento marcam agenda política em Lauro de Freitas

A presença do Governador Rui Costa e a posse da nova secretária municipal de educação, Vânia Galvão, agitou a agenda política de Lauro de Freitas nesse sábado (30). Pela manhã, Rui visitou o Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologia, Informação e Comunicação (Ceep-tic) e anunciou a construção de mais uma unidade do programa, num terreno próximo ao restaurante popular.

No período da tarde, na escola Dois de Julho, a prefeita Moema Gramacho deu posse a ex-vereadora Vânia Galvão, que assumiu comando da secretaria municipal de educação.

Mas o clima de contentamento que deveria perdurar durante todo o dia, foi substituído por tensão e mal estar,  por conta do escorregão da SERIN, Secretaria de Relações Institucionais do Governo do Estado, que não convidou a deputada Estadual Mirela Macedo para compor a comitiva que acompanhou o governador e por igual modo, o vacilo do cerimonial da prefeita que não convidou uma representação da câmara legislativa municipal para compor a mesa na celebração de posse da nova secretaria.

A deputada Mirela Macedo, sentindo-se desprestigiada, publicou no Instagram e no face book do governador um texto ressaltando sua condição de base de sustentação do governo e de deputada estadual mais votada na cidade. Membros do legislativo municipal, por sua vez, não entenderam e reclamaram da ausência de um representante da casa na composição da mesa no ato de posse.

Tanto as lideranças que acompanham a deputada, quanto assessores dos vereadores chamam a atenção para o que eles batizaram de “exclusivismo vermelho”. Eles alegam que houve favorecimento das lideranças petistas em detrimento das dos outros partidos, tanto no âmbito estadual, quanto no municipal.

Assessores do governador preferiram não comentar a nota da deputada Mirela, mas revelaram ao Jornal Folha Popular que a agenda de Rui em Lauro de Freitas, foi fruto de um desafio, assumido por ele, junto a estudantes durante edição do Papo Correria. Rui teria dito que era bom em matemática e se comprometeu a resolver equações na aula inaugural do Ceep-tic. “Uma agenda não política”.

Quanto a não presença de uma representação da Câmara, na composição da mesa, no evento de posse, o secretário de governo, Lula Maciel, explica que por conta da agenda com o governador, a cerimônia começou com atraso e gerou desconforto aos convidados, no que resultou na alteração da programação, mas que mesmo assim, a prefeita teria perguntado se algum vereador gostaria de fazer uso da fala, sedo que os edis presente ali, naquele momento, não teriam se manifestado. Segundo Lula, vários representantes de outros partidos estavam presentes. 

Militantes do PT descordam da ideia do “exclusivismo vermelho” . Eles afirmam que não é pratica do partido na cidade contemplar os militantes em espaços estratégicos.

Tentamos contato com o vereador Roque Fagundes, presidente Municipal do PT, mas até o fechamento dessa matéria, não obtivemos retorno.

Por: Ricardo Andrade

Postagens Relacionadas

Quingoma e o choro ancestral na comunidade esquecida

Ricardo Andrade

Prefeita anuncia pavimentação de 67 ruas com investimento de mais de R$47 milhões

Ricardo Andrade

Conselho municipal de cultura estabelece metas para 2018

Ricardo Andrade

Deixe Um Comentário

Este site usa cookies, para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia Mais...